You are currently browsing the monthly archive for Junho 2010.

Anúncios

Perdi um amigo, um companheiro alguém que me habituei sempre a ver no decorrer da minha vida corriqueira. Para dizer a verdade ainda não assimilei muito bem o facto de não poder trocar dois dedos de conversa e um copo contigo. Desde muito novo me lembro de te ver a pisar o palco, do teu enorme talento para a representação e para a vida  que tão bem a representas-te. O que nós riamos com o teu nervosismo antes de entrar em cena e o teu pânico de não conseguir ver no escuro, da tua inevitável vontade de fazer xixi segundos antes de entrares em cena…das jantaradas na tua casa que sempre abriste para os amigos como se fosse a sua própria. Do poema de António Botto que inúmeras vezes dizias sempre com o teu ar de troça:

“Nunca te foram ao cu
Nem nas perninhas, aposto!
Mas um homem como tu,
Lavadinho, todo nu, confesso gosto!”

Resta-me agradecer o que me ensinaste com a tua passagem pela minha vida e pela nossa segunda e muitas vezes primeira casa a SOIR. Se aqui estivesses a ler isto, dizias para me deixar de paneleirises e para te ir buscar um whisky e desataríamos os dois a rir….
É assim que te recordamos de uma pessoa alegre consigo e com a vida pois ela encheu-te de sabedoria, felicidade e amigos. Ficam as recordações e sei que durante muitos anos vais ser recordado por todos nós através das inúmeras histórias e episódios interessantes e surreais que cada um passou contigo.
Perderemos o contacto físico mas nunca o espiritual pois estarás sempre connosco na nossa memoria colectiva e em nossos corações, pois como dizia Bertold Brecht:

” Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis”

Tu eras imprescindível…..Até sempre Pedro!!!

Finalmente consigo escrever algo aqui no meu cantinho não tenho postado nada pois a minha vida nos ultimas semanas tem sido uma roda viva. Tanta coisa tem acontecido que nem sei por onde começar mas isso ficará para outro post .

|


CARANGUEJO
22/06 a 23/07

Carta dominante: XII O DEPENDURADO


Em Junho a influência da Carta XII de Tarot, o DEPENDURADO; faz-se sentir sobretudo durante a primeira quinzena, evoluindo depois para uma conjuntura mais auspiciosa e de recuperação (bem preciso). Sentimentalmente este mês os nativos de Caranguejo tentarão lutar contra o amor (nunca, já mais, em tempo algum :)), um envolvimento mais profundo ou assunção de compromissos mas, a força dos sentimentos ou do destino vão leva-lo a render-se e a não temer viver intensamente. Junho é um mês em que Caranguejo tende a ser bem sucedido no campo sentimental (Porque que é que eu acho que me estás a dar baile…), mesmo que tenha comportamentos destrutivos ou desinteressados. No campo profissional Junho é um mês de grande actividade para Caranguejo, que terá de dar um passo de cada vez mas que, dessa forma, acabará por alcançar vitórias sólidas (Já iniciei assim espero que se mantenha..). Em Junho, alguns trabalhos propostos serão desajustados por minimizarem as suas capacidades ou valências, mas não é aconselhável que diga não a pequenas coisas. Na saúde este mês deve ter especial cuidado com a sua vertente anímica; as suas energias parecem estar desgastadas ou mesmo bloqueadas. ( Já foram desbloqueadas depois de 3 horas nas urgências…)

CONSELHO DO MÊS: saber esperar é uma virtude mas enquanto não surgem as oportunidades que espera vá percorrendo os caminhos possíveis com energia positiva. (Isso tento todos os dias)

DEVE EVITAR: manter conflitos ou eternizar disputas; para evoluir precisa de se libertar de algumas situações do passado, embora a razão possa ter estado do seu lado. (Não sou de discussões, sou do bem….:))