“Nua a mão que segura
outra mão que lhe é dada
nua a suave ternura
na face apaixonada
nua a estrela mais pura
nos olhos da amada
nua a ânsia insegura
de uma boca beijada.
|
Tu e eu meu amor
meu amor eu e tu
que o amor meu amor
é o nu contra o nu”

Manuel da Fonseca