You are currently browsing the monthly archive for Fevereiro 2010.

“Cada segundo é tempo para mudar tudo para sempre”

Charles Chaplin

Anúncios

O caranguejo encontra-se enfermo e a precisar de mimo….;)

CARANGUEJO
22/06 a 23/07


|

Carta dominante: XXII O LOUCO

O LOUCO marca um mês irregular para Caranguejo que deve desenvolver posturas confiantes, optimistas e coerentes (Ui ora ai está uma coisa complicada de se fazer). A conjuntura traz muitos obstáculos aos nativos deste signo que têm de buscar dentro de si todos os seus potenciais para fazer face às circunstâncias. Sentimentalmente, vai ter de lutar e expressar com intensidade e convicção o que sente para poder atingir o merece. A vida sentimental embora com indicadores positivos, não está facilitada e por isso tem que investir muito de si para desenvolver os afectos como gostaria (Que não está facilitada já tinha reparado pois…). No campo profissional está mais favorecido dado que tende a ser bem sucedido perante provas, desafios ou obstáculos; de uma maneira geral, dada a forma como encontrará forças interiores inesperadas; não há ninguém que lhe faça frente ou sombra (É lá temos boas noticias…). Quanto a dinheiros não gaste de forma indiscriminada ou por impulso ( Nunca Gasto…). Na saúde este mês apresenta alguns sintomas de doença que nalguns se manifestam por acumulação de cansaço ou por negligência de sintomas repetidos (se tivesse lido isto ontem já me tinha precavido…Chiça).

CONSELHO DO MÊS – não se deixe influenciar por energias ou pessoas negativas; use uma couraça de força! (Vou tentar, mas não prometo nada :))

DEVE EVITAR – descuidar-se com a saúde; uma má condição anímica torna-o mais frágil! (Pois já me apercebi disso :()

Confesso que nunca gostei muito do dia dos namorados. Sempre me fez alguma confusão o porquê de existir um dia especifico para mostrar o quanto queremos alguém se o podemos fazer todos os dias. Por isso e para mim não passa de mais um dia de apelo ao consumismo.
Não tenho nada contra a quem comemore e vá passear ou jantar com a sua/seu  mais que tudo e é o dia que se vê mais meninas com uma flor na mão, pergunto-me se será assim o resto do ano…
Mas mentiria se dissesse que não bateu uma pequena (pequenina) tristeza por estar sozinho e dar comigo a pensar que bom que é acordar todos os dias e sentir que é dia dos namorados de sentir a cama quente, quente do corpo de outra pessoa, quente do amor de outra pessoa. Das primeiras palavras proferidas do dia serem para essa pessoa e sempre entrelaçadas num “Amo-te”. Passar o dia na correria do trabalho mas feliz porque á noite somos nós e só nós gozar cada momento, vive-lo intensamente e saboreá-lo como ninguém. Chegar ao fim da noite exaustos mas felizes e amarmo-nos com a adrenalina que só o nosso amor pode criar. Exaustos mas felizes pois amanhã sabemos que tudo o que vivemos hoje iremos viver com mais cumplicidade mais paixão, como se fosse esse o nosso ultimo momento a dois e tirar-lhe todo o suco para não deixarmos nem que seja um minuto de amor para trás. Ver que o mundo pára quando estamos os dois os dias, as horas, o tempo tudo pára em nosso redor só a nossa paixão se movimenta entre os nosso lençóis tudo o resto deixou de existir.
No fundo considero-me um homem afortunado pois já vivi um grande….grande Amor e talvez ainda venha a viver outro, outros. Muita gente passa por esta vida sem o sentir verdadeiramente e sem saber a dadiva que é viver um grande Amor.
E assim vivo e sinto que todos os dias devem ser dias de apaixonados sem presentes muitas vezes ridículos mas de gestos…..de palavras…..de Amor.

Receber no dia dos namorados um Valentines Gift para o Farmville do actual namorado da minha Ex.

(o Facebook é lixado)


Recorro á brisa da noite fria
para refrescar a minha mente
tende a ficar cheia, cheia de mim e de ti
espaço que apenas tu deverias preencher


A chuva molha-me o rosto levemente
sinto-a como se fosses tu a tocar-me na face
quase sinto o perfume do teu corpo a rosas silvestres
e o toque doce e delicado do teu beijo de encontro ao meu

Procuro-te no mar de lençóis frios que me rodeiam sinto o teu perfume longe, como uma brisa leve que me aconchega os sentidos. Procuro-te mais um pouco quero te encontrar, ter-te perto de mim sentir o calor que sai do teu peito, quero que te sintas segura assim como eu me sinto quando perto de ti estou. Quero sentir o teu abraço apertado que me dás sempre como se fosse o último, sentir o teu beijo quente em lábios de veludo macio como nunca antes provei. E contigo em meus braços deixar-me adormecer enquanto viajo por cada recanto do teu olhar.