Já por diversas vezes me senti assim como se todo o mundo anda-se a um ritmo alucinante e eu a 2 tempos e por mais força que faça não o consigo acompanhar.
É nestas alturas que tudo se coloca em causa opções tomadas, caminhos seguidos, perspectivas de vida e por mais sentido que elas façam acabam sempre num mesmo ponto em comum, o de nada disto adiantar aos nossos olhos.
Não gosto de me sentir assim fico perdido sem ver aquela almejada luz ao fundo do túnel que sempre nos guia que mais não seja para sair do local onde nos encontramos.
Vemos tudo á nossa volta cheio de luz as pessoas com os seus projectos e objectivos não importa se são viáveis ou não o que importa é que os têm e fazem por eles, os casais apaixonados cheios de felicidade a transbordar amor a cada sorriso e em nós aquela sombra obscura que não nos sai de cima que não nos deixa ver com clareza e objectividade todas estas e outras coisas.
quero luz, quero brilho, quero o sol brilhante a iluminar o meu caminho, quero andar á velocidade a que anda o mundo, quero sorrir a um sorriso, quero viver com vontade de viver, quero acima de tudo ser eu, ser feliz.