You are currently browsing the monthly archive for Setembro 2009.

Ontem no mesmo dia recebi um boa noticia


E logo de seguida, uma que caiu que nem uma bomba

|

|

|

|

|

Que dia de M**** 😦

Anúncios

“Os ventos que as vezes tiram
algo que amamos, são os
mesmos que trazem algo que
aprendemos a amar…
Por isso não devemos chorar
pelo que nos foi tirado e sim,
aprender a amar o que nos foi
dado. Pois tudo aquilo que é
realmente nosso, nunca se vai
para sempre…”

Só para dizer que estou de rastos (depois explico porque) preciso urgentemente de uma boa noite de sono.
Uma boa massagem vinha mesmo a calhar até já sonhei até com isso 🙂 mas enfim ninguém se oferece :(.

Hoje inicia-se oficialmente o Outono é a estação do ano que sucede ao Verão e antecede o Inverno. É caracterizado por queda na temperatura e pelo amarelar das folhas das árvores, que indica a passagem de estações.

(info wiki)

Eu adoro o Outono é uma altura onde ainda não se sente muito o frio nem chove muito e só apetece estar aninhado no conforto do lar de preferência com uma boa companhia 🙂

Fica aqui uma musica que ilustra isso muito bem

Um olhar uma luz
ou um par de pérolas
mesmo sendo azuis
sou teu e te devo
por essa riqueza
uma boca que eu sei
não porque me fala lindo
e sim, beija bem
tudo é viável
pra quem faz com prazer
sedução, frenesi
sinto você assim
sensual, árvore
espécie escolhida
pra ser a mão do ouro
o outono traduzir
viver o esplendor em si
tua pele um bourbon
me aquece como eu quero
sweet home
gostar é atual
além de ser
tão bom.

Djavan – Outono

Erase love

Ontem perguntaram-me se eu já tinha esquecido o sentimento que me ligava á minha ex, eu sem pensar e talvez pela primeira vez vindo do fundo do meu coração disse que sim.
Sei que não na totalidade pois o que vivi foi bastante forte mas ficou uma amizade importante (dai dizer que não na totalidade) e devido a isso como aliás a qualquer amigo meu tento ajudar no que posso mais ainda porque ela está numa fase complicada e eu já fiz como sempre aliás, tudo o que podia fazer e mesmo sabendo que comete os mesmo erros e não quer deixar de os cometer, ajudei.
Acho sinceramente e quero acreditar nisso que o Amor que senti (e quem me acompanha neste meu cantinho sabe que foi bem forte) se desvaneceu, com o tempo pode estar adormecido como dizia um amigo mas quero acreditar e sinto bem dentro de mim que sim pois estou leve e quando temos um Amor e este não é vivido e é um Amor magoado ele tornasse pesado, um peso muitas vezes difícil de levar e de se viver com ele.
E é assim que me sinto, leve e com vontade de viver, de ser feliz, de me apaixonar e ser amado ou não fosse eu caranguejo :).

O mais engraçado é que fui convidado quase ao mesmo tempo que a noiva :). É o casamento de um amigo muito especial daqueles que se confunde com a família ao qual sem desprezo pelo os outros obviamente chamamos de melhor amigo.
Lá vou eu de ter de comprar prendinha (de resto já sei o que vai ser), farpela e tudo e tudo. Mas principalmente pensar na despedida de solteiro, como não vai ser um casamento normal (daqueles que vai mil pessoas e é sempre a mesma treta) deve ser um casório alternativo (seja lá o que isso for) a despedida de solteiro tem que condizer :P.

Provavelmente já ninguém se lembra deste filme mas como soube hoje da morte do actor Patrick Swayze dei por mim a recordar este filme que vi na minha adolescência e que tinha gostado tanto aliás acho que o tenho ali para os vhs’s.


Fica aqui o registo e de certa forma uma pequena homenagem a este actor que fugindo um pouco á loucura de Hollywood se limitou a fazer filmes e pelos visto bem, para além de actor tinha também um talento para a dança que é aliás evidente neste filme Dirty Dancing.

!

Para relembrar também este tema em que o próprio canta e me trás tantas recordações.

lua5

Como pálpebras roxas que tombassem
Sobre uns olhos cansados, carinhosas,
A noite desce… Ah! doces mãos piedosas
Que os meus olhos tristíssimos fechassem!

Assim mãos de bondade me embalassem!
Assim me adormecessem, caridosas,
E em braçadas de lírios e mimosas,
No crepúsculo que desce me enterrassem!

A noite em sombra e fumo se desfaz…
Perfume de baunilha ou de lilás,
A noite põe-me embriagada, louca!

E a noite vai descendo, muda e calma…
Meu doce Amor, tu beijas a minh’alma
Beijando nesta hora a minha boca!

Florbela Espanca

injustiça post|

Vou caminhado pelas ruas do meu pensamento
onde num voou me liberto e livremente me perco
nas tuas curvas de mulher, no teu cheiro de maresia
no teu olhar de estrela cadente num céu despido
|

Vou caminhado pelas ruas do meu pensamento
onde aguardo que chegues sem pressa e me encontres
ávido de te amar, de te sentir, de te ter em meus braços
de te desejar e beber-te em cada gesto de Amor

trovoada

“Bem sei que a trovoada não cai da minha vista,
Mas se eu não estiver no mundo.
O mundo será diferente
Haverá eu a menos
E a trovoada cairá num mundo diferente e não será a mesma trovoada.”

|

Eu adoro trovoada os sons, a mística, o cheiro tudo eu acho belo na sua magia e na sua força da natureza. Adoro ficar aqui no meu quarto a ouvir a chuva forte lá fora e o som dos trovões, não sei explicar mas dá-me um sensação de calma, de paz, de tranquilidade..