15outubro(12)

Preciso de um momento a sós comigo sem sons, sem luzes, sem imagens apenas eu sozinho no mundo no meu pequeno mundo.
Não o  fazes por mal eu sei mas estou a tentar reconstruir este meu pequeno coração que ficou em mil pedaços , voltas a procurar-me sabes que tens aqui um porto de abrigo que te tenta proteger sempre que o necessitas. Estás sem rumo perdida e mesmo com um novo amor novos amigos é a mim que procuras como uma bóia de salvação. E sabes bem que eu nunca te vou virar costas, sabes que não sou assim. Vejo que apesar de estares rodeada de pessoas não te sentes á vontade como junto de mim, passamos por muito e mesmo assim ainda com pedaços de uma relação a pairarem entre nós eu estendo a minha mão para ti, afago-te o rosto enxugo-te a lágrima que sorrateira desliza pela tua face.
A minha mente enche-se de memórias, de momentos, sorrisos, gestos, palavras duras, lágrimas, de dor é impossível não reter estas imagens no no meu pensamento sempre que nos vemos.
Mas não sou capaz de olhar para o lado como se nada fosse sem querer saber, é contra tudo o que sou.
Sou obrigado a por a tua relação com outra pessoa em cheque, que raio de relação é essa que nos momentos menos bons não se ajudam? Para mim um Amor, uma relação é algo partilhado a dois uma relação não se faz só de sorrisos…Mas não tenho esse direito cada um escolhe o seu caminho seja ele sinuoso ou não.
Por mais que me doa ver-te assim sei que mesmo com a minha pequena ajuda será sempre pouco, estás a sofrer e isso deixa-me triste, impotente. Mas ganhaste assas e voaste para longe de mim e essa dor ainda me vai afrontando de tempos em tempos.
Apesar de tudo, da dor, da mágoa, da tristeza sabes que me tens sempre perto de ti e terei sempre uma mão amiga guardada para ti por mais que isso mais tarde me venha a doer a mim também.