You are currently browsing the monthly archive for Maio 2009.

how-to-find-happiness

Eu luto com todas as minhas forças contra a tristeza e contra o facto de por vezes me sentir só…

Mas há dias em que me sinto um estranho,  e desejava ir para um lugar onde nada nem ninguém me encontrasse… Onde apenas eu e só eu existiríamos talvez ai me encontrasse comigo mesmo novamente…

“Tenho dores fechadas em caixinhas, contra mim, contra ti, conta lá
Contra os dias que passam a meu lado”

tempo

Dizem que o tempo tudo cura que tudo muda!

Mas ele é matreiro veste-se de bom menino mas por vezes é terrível!

Por vezes sinto-me amarrado ao tempo sem conseguir vislumbrar saída alguma!

Teimoso temos de nos curvar à sua vontade e deixar que ele nos enlace na sua teia!

Mas…como diz o outro “O tempo também se engana, nas casas onde mora”.

Passar o dia todo a trabalhar em frente a ele até á 1:00 da manhã só podia dar nisto :S

“O conto de literatura oral se perpetuou na história da humanidade através dos contadores de histórias. Ao contar uma história o contador empresta seu corpo, a sua voz e os seus afectos ao texto narrado.

Contar histórias estimula o hábito da leitura, a criatividade, contribui para expandir o vocabulário, incita a memória auditiva e visual, imprescindível para a formação de crianças, jovens e adultos.”

Adoro ouvir contos e quando são de bons contadores de histórias é fantástico. E ontem foi uma noite assim cheia de histórias de três contadores mas o que gostei mais foi do ultimo contador de era colombiano, a voz dele e a maneira de contar os contos era tão forte que toda a sala fico de olhos esbugalhados enquanto ele os contava e se alguém fazia um barulho mínimo que fosse era como ter centenas de olhos a disparar contra essa pessoa tal não era a fixação nos contos.

Gostei muito mesmo espero voltar em breve a ter outra sessão de contos e poder sair um pouco do mundo real que por vezes consegue ser tão cruel connosco.

coracao-vazio

“Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas”

Fernando Pessoa

“Amália Hoje”, um disco que revela novos arranjos pop para fados popularizados por Amália Rodrigues.

Idealizado por Nuno Gonçalves, dos The Gift, o álbum junta três vozes do pop rock portugueses – Sónia Tavares (The Gift), Fernando Ribeiro (Moonspell) e Paulo Praça (ex-Turbo Junkie) – e enaltece a fadista como artista «moderna».

Fonte

Eu não sou grande fã de Amália, mas este projecto  quanto a mim é de facto um dos melhores projectos musicais dos últimos anos. Vem mostrar um outro lado da fadista e ao juntar estas vozes com géneros musicais tão diferentes conseguiu-se um produto final fabuloso fica a musica e o fantástico videoclip “gaivota”, uma palavra….brilhante.

Todos os sonhos tem o seu brilho, a sua magia, a sua cor. Um brilho tão reluzente que ofusca os olhos mais sensíveis, é como ouro quando um raio de sol lhe bate, limpo e cristalino que nos mostra como a simplicidade pode ser maravilhosa.

Existem sonhos de tão sentidos quase que parecem reais. Não há nada de mais fantástico que viver um sonho e se esse sonho for bom, é daqueles que não queremos acordar ou mesmo que acordemos tentamos logo voltar a adormecer para ver se ainda o apanhamos…

Esses sonhos sim merecem ser vividos e guardados tal baú dos sonhos bem dentro do nosso coração.

E para vocês como é o brilho dos sonhos?

Acho que vou dorm…

nnnb

When happiness comes… I holder with my arms and let it sleep in my chest